Deus de Promessas

Meditando sobre o assunto e fazendo uma pequena pesquisa, descobri que a bíblia contém cerca de 7500 promessas feitas por Deus ao homem ao longo do velho e novo testamentos. Tudo aquilo que Deus tem preparado para a humanidade está registrado ali. Todavia a maior de todas as suas promessas reside na esperança da vida eterna ao seu lado e este é exatamente um dos pilares da fé cristã.

Crer que iremos habitar junto do pai, lado a lado, um dia, é definitivamente a grande esperança de um cristão e essa promessa é clara nas escrituras:

“e esta é a promessa que Ele nos fez: a vida eterna.” 1 João 2:3


A promessa da vida eterna, no entanto, está ligada a uma condição intrínseca: o relacionamento com Jesus. No livro de João lemos um dos versículos mais conhecidos de toda a bíblia:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16


Houve um único propósito pelo qual Jesus veio até nós como homem um dia: se oferecer em sacrifício perfeito por toda a humanidade. Entretanto, temos que ponderar que a morte expiatória de Jesus na cruz apesar de ser suficiente ela é limitada.

Deixe-me explicar.
Para que ela surta efeito na vida de uma pessoa e a promessa de vida eterna seja cumprida, ela precisa ser reconhecida e confessada.

“Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” Romanos 10:9

Assim sendo , de nada adianta você conhecer a pessoa de Jesus mas não reconhecer seu propósito em morrer por você.

“Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus.” 2 Coríntios 5:21

Isso mesmo, Jesus tomou sobre si nosso pecado e assumiu nossa culpa nos concedendo perdão e nos purificando de toda a injustiça.

Diante de tudo isso exposto e clarificado só me resta perguntar:

Você já confessou Jesus como seu único e suficiente salvador? Já fez isso de forma consciente e decidida?

Se não, te convido a fazer essa pequena oração em voz alta:

“Senhor Jesus, eu confesso, admito meus pecados diante de ti nesse dia. Reconheço minha dependência e necessidade do teu agir em minha vida. Reconheço também seu sacrifício morrendo em meu lugar e tomando sobre si meus pecados naquela cruz. À partir deste dia eu entrego minha vida a ti meu senhor e salvador”

Parabéns, hoje você se tornou filho de Deus, co-herdeiro de Cristo e a própria palavra de Deus registra uma promessa sobre isso:

“O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados.” Romanos 8:16-17

Faça parte dessa cultura.
A Cultura do Reino.
Deus te abençoe!