15.5 C
Irati
domingo, junho 26, 2022
spot_img

Para que serve um Advogado?

E é impressionante como, antes de fazer negócios ou tomar alguma decisão, as pessoas consultam o pastor, a taróloga, o “coach”, a vidente, numerologia, mapa astral, pedem orientação a Deus mas o bendito do advogado só é lembrado depois, quando o conflito fruto daquela decisão já está fora de controle.

Se tivéssemos a cultura de procurar a orientação de um profissional especializado antes de fazer qualquer tipo de negócio, desde morar junto com alguém até abrir uma sociedade, com certeza teríamos uma redução no número de demandas judiciais, redução de custos e maior sucesso na solução dos problemas.

Em nosso escritório mesmo temos um plano de assessoria para pessoas físicas e pequenas e médias Empresas que não inclui nenhum tipo de defesa em processos judiciais, apenas orientação, revisões contratuais, acompanhamento em negociações e soluções de conflitos extrajudiciais.

É um costume que tentamos ensinar aos nossos clientes: ter uma postura preventiva frente a situações do cotidiano que, inicialmente, não apresentam risco de litígio. Às vezes, até um desentendimento entre sócios ou funcionários pode ser resolvido em uma simples sala de reunião com a presença do advogado como mediador. É rápido, é barato e fortalece a Empresa.

Um bom advogado, assim como um bom “coach”, tem uma visão de fora da situação e não possui envolvimento emocional com o caso. Acredito que, ambos os profissionais (advogado e coach) podem e devem ser consultados, o problema reside em firmar contratos e tomar decisões sem orientação técnica do assunto.

A presença de um advogado que tenha em seu currículo curso em negociação, por exemplo, pode ajudar o cliente a conseguir um valor melhor em uma venda de um imóvel aplicando técnicas de análise comportamental da outra parte e estratégias de barganha. Um advogado especializado em Direito Empresarial pode formular um contrato social personalizado, levando em conta todas as particularidades da sociedade e um advogado especialista em direito de família pode confeccionar um acordo pré-nupcial que pode livrar o nubente de várias dores de cabeça em caso de rompimento.

Portanto, tenha sempre um advogado de confiança para orientá-lo em suas decisões pessoais e profissionais. É um investimento que além de proteger todos os seus interesses, impede muitos desgastes desnecessários.

Relacionados

- Propaganda -spot_img

Mais Recentes