Ícone do site Revista Bless

Propósitos eternos de Deus

“Eis que estou à porta e bato; se abrirem a porta eu entrarei e cearei com Ele e ele comigo.” Apocalipse 3:20

Deus é um Deus de propósitos. A bíblia inteira narra seus feitos e demonstram sua natureza. Aliás, um propósito é sempre originário da natureza de alguém e é improvável alguém ter um propósito primário que seja inconsistente com a sua natureza. Os atributos morais de Deus são amor, fidelidade, justiça, santidade, sabedoria, zelo e todas essas palavras tem haver com a ideia de relacionamento.

Deus é um Deus relacional: Deus criou a humanidade para relacionar-se com ela e Ele se encontrava todos os dias com Adão no jardim do Éden.

Porém, todo relacionamento exige escolhas e o padrão de relacionamento que Deus busca conosco estabelecer conosco é através de um modelo de aliança, um pacto que estabelece condições com ganhos e perdas. Ele espera compromisso real onde existam papéis bem definidos com regras e limites e obviamente responsabilidades para prestar contas e com recompensas ou maldições caso essa aliança não seja honrada.

Deus não se relaciona conosco fora deste ambiente.
Para ilustrarmos isso quero usar o casamento para descrever esse padrão. Deus não quer uma paquera simplesmente. Infelizmente, o modelo de relacionamento conjugal da nossa sociedade ocidental alterou os papéis de cada um gerando ambientes disfuncionais que comprometem o estabelecimento de limites e responsabilidades e fazem com que as pessoas tenham a tendência de querer somente a recompensa desconsiderando as outras partes da aliança. Com esse modelo enraigado, tendemos a projetá-lo no nosso relacionamento com Deus esquecendo-se de quem Ele verdadeiramente é e o propósito para o qual fomos criados.

Deus, em Sua plenitude e autossuficiência anseia por nós. Como um noivo que deseja estar com sua noiva, assim é o Senhor em relação a nós.

No texto do livro de Apocalipse lemos: “Eis que estou à porta e bato; se abrirem a porta eu entrarei e cearei com Ele e ele comigo. ” Isso remete ao desejo Dele em estar conosco respeitando nossa vontade de escolha.

Através da boca do profeta Jeremias Deus estabelece um princípio:

“Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração. ” Jeremias 29:13

Busquemos a Ele. Clamemos por Ele.

Faça parte dessa cultura.

A Cultura do Reino.

Deus te abençoe!

Sair da versão mobile